sábado, 8 de novembro de 2008

A grande responsabilidade de amar.

Estes dias começei a prestar mais atenção no que diz respeito a nossa responsabilidade com o amor qque sentimos pelos outros.
Peraí que eu explico... Lembra da frase do "pequeno princípe", quando ele diz que somos responsáveis pelo que cativamos? Pois é, isso é totalmente verdade. O amor exige bem mais que só afeto, a gente não pode amar e maltratar ou amar e morrer de ciúme, "aprisionar", sufocar, destratar... Como pode um sentimento bom, trazer tanta coisa ruim e destrutiva?
Precisamos estar mais atentos ao que dizemos por ai que é amor, e também, precisamos amar com mais verdade, com sinceridade.
Seria mais fácil se todos tivessemos amor não fingido, se pudessemos dar aos outros nosso melhor, mas o que podemos fazer e tentar sermos verdadeiros, fiéis, responsáveis e amar com segurança, sem ter medo de sofrer, pq muitas vezes em detrimento do amor próprio, do não sofrer causamos feridas alheias e que talves não sejam curadas.
Amar é perceber que erramos, que somos falhos, que causamos sofrimentos, muitas vezes na melhor das intenções, mas causamos. è bom se aperceber disso e tentar não errar no mesmo ponto, não deixar que nosso egoísmo fale mais alto e nunca esquecer que "somos responsaveis por aqueles que cativamos"
Um bjo.
Cacau Monteiro

sábado, 25 de outubro de 2008

Ah, o mar...

Fim de semana em João Pessoa, no dia das crianças...
Praia, céu azul, mar verdinho, minha irmã, cunhada e filhas, nada mais perfeito...


Ou coisa boa essa vidinha...

Algumas fotos da "minha" linda João Pessoa com suas praias de água quente.
Ainda vou ter ter João Pessoa querida, bem mais que nos sonhos!!!
Bjo

Depois da tempestade vem a bonança!


Nossa quanto tempo que não escrevo aqui, estava sentindo falta de deixar umas letrinhas soltas no "ar", mas como diz o título, muita água passou por debaixo da ponte.
Bem, entre mortos e feridos salvaram-se todos.
Então, falar do que...Uma recapitulação do que foi o mês?
Tivemos eleição, e como eu me decepcionei e sei que decepcionei tb.
Na cidade que eu voto, gente, foi uma batalha, não uma eleição, a gente fica sabendo de cada história de bastidor, que nem dá pra publicar, mas venceu o mais votado, hehe, óbvio, tb nem sei se a oposição era tão boa escolha assim e por via de dúvidas, o novo prefeito é meu prefeito tb.
Em João Pessoa, tivemos um massacre nacional, mais de 75% dos votos para ricardo coutinho (Temos ai um candidato a governador?), e segundo turno em Campina Grande( que acontece hoje). Espero que com esse novo time (alguns repeteco), as coisas melhorem, não só pra baixa renda, mais pra população em geral.
Tb acompanho o cenário nacional e o que mais tem me chamado a atençao é ver que não há casos de politícos sem manchas no currículum, o que há vez por outra, são casos menos graves de falcatruas e trambiques.
Começo a crer que pra ser politico tem que ter ficha suja.
Gde bjo e Até mais.
Cacau Monteiro

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Meu amor pra vida toda!


João Victor, esse é o nome do meu "filho". E hoje ele está fazendo oito, vejam só, oito anos. Ele é lindo, muito especial, é o meu filho que Angélica me roubou dos sonhos, mas tá perdoada, pq me tornei a tia "torta", mais completa da face da terra.
Eu sinto tanto não poder estar por perto e não poder dar a ele todo o amor que sinto. Dias desses liguei e ele atendeu o telefone como de costume, falei é titia Cacá (ele que colocou esse apelidinhoem mim, desde pequenininho, acho que criança deve achar ruim falar Cláudia, quando ainda tá aprendendo a falar papa e mama) e ele passou pra mãe dele dizendo: Mainha é Cláudia. Pode parecer doideira, mas senti uma dor tão profunda, parecia que alguém tinha de dado uns tapas, sabe aquela decepção amorosa que a gente tem lá pelos quinze anos? Pois é, me senti arrasada desse jeitinho.
Sei que por estar distante, as coisas vão ficando meio frias, distantes, mas eu amo tanto esse menininho que ele nem sabe o que eu seria capaz por ele. Eu adoro quando ele me chama de titia, acho que pq assim me sinto realmente da família.
Ele é um menino meigo, carinhoso, atencioso, educado, bom amigo... Todo mundo fica adimirado por ele mesmo sendo mais velho e menino, brincar numa boa com as minhas filhotinhas. E brincam de casinha, de jogos, de bola, no computador , e ele ensina, tem paciência, conversa e eu fico de longe babando, babando...

Filho lindo do meu coração...Titia te ama e quer que vc cresça em sabedoria e em graça perante Deus e os homens. Sei que vc vai ser alguém muito do bem, um homem de Deus e por isso desde sempre tenho orgulho de fazer parte da tua vida e te desejo o céu, meu amor.
Seja muito feliz em todos os momentos de tua linda vida. Jesus te abençõe sempre!!!
Parabéns neste aniversário e em muitos outros que virão.
Bjo.
Cacau Monteiro

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Dias de felicidade...


Estavamos em João Pessoa, eu e minhas filhas, na companhia de pessoas maravilhosas e que são especias em nossas vidas.
Como de costume, passeamos bastante e nos divertimos muito também.
Pela primeira vez fomos ao forte de Santa Catarina, e fomos pra lá de trem...
É muito bom estarmos com pessoas que amamos e nos fazem bem, apesar da distância elas estão sempre presentes em nossas vidas de diversas maneiras e nos fazem especiais.
A viagem foi super tranquila, e estavamos todos com muitas saudades de ficarmos pertinho, as crianças brincaram bastante e os adultos colocaram as "fofocas" em dia.
Sinto muita falta de estar em João Pessoa, é um ótimo lugar para se viver, sem falar das pessoas que moram por lá e que nos fazem falta.
Saudades de uma cidade acolhedora, gostosa, nossa casa fora de casa.

Quem não gosta de João Pessoa ou é doido da cabeça ou nem mesmo conheceu...
Bjo.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Nada como o quadrado da gente...


De volta pro meu "apertamento", e assim que entro tenho tanta saudade dessa baguncinha.
Ficar fora, mesmo que seja por um ou dois dias, da uma saudade da cama da gente, mesmo que seja aquela velha cama e que o colchão seja meio mole, são aquelas coisinhas que nosso corpo já está acostumado e aí vc pensa, nada como a gente ficar no aconchego do nosso cantinho.

Estive em Aguiar, pra tirar plantão no serviço e cada vez que estou lá, menos vontade de ficar eu tenho, nem sei pq, mas sinto a necessidade de vir correndo pra uma cidade maior, um ritmo diferente...
Aquele compasso de cidadezinha não me atrai nem um pouquinho, eu gosto muito das pessoas, das conversar, do passeio na praça, das balinhas do Tico, mas morar novamente num lugarzinho onde a vida passa l e n t a m e n t e, já não faz mais meu estilo de vida.

Amanhã estarei em João Pessoa, pra passar o fim de semana e nossssssssssssa, como queria ficar lá o resto da vida, poder ver o ritmo um pouco mais acelerado da vida e ver gente, indo, vindo, subindo, descendo, entrando e saindo, de todos os cantos em todo o tempo.
claro que tem horas que vc quer mesmo ficar bem quietinha, numa redinha, só no balanço, mas isso dura apenas um breve momento e o que está dentro da gente, é sangue e ao que me consta, ele corre nas veias.

Então, vamos nessa, correria pra que te quero...

Bjo.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

É primavera...


Estamos na primavera, e como é bom saber que nesmo com a loucura do tempo ainda temos estações.

Acho que todo mundo ama verão e primavera, sempre um pertinho do outro e a primavera é como se a gente acordasse pra vida, desabrochasse.

Sabe quantas pimaveras eu tenho??? E quantas delas aproveitei???

Aquela coisa de andar no parque, correr descalso, cheirar flores... Acho que poucas foram as vezes que aproveitei a primavera, ela sempre é vista como pré- estréia do verão.

É hora de correr atrás do tempo perdido com outono e inverno(acabou o período de ibernação),porque nesses períodos, costumamos ficar de "molho" e ver a vida passar... É hora de buscar "tudo" pro verão, mas vamos desacelerar e curtir a primavera, pra que ela não passe "batida" e não se torne apenas escala pro verão.

Bom, esse ano, vou aproveitar a primavera, correr pro parque pra sentir o cheirinho das flores. Como elas vou aproveitar pra desabrochar num colorido e iluminar a vida de outros por ai.

É hora de aproveitar mais as coisas que podem trazer felicidade, coisas simples, mas que fazem a diferença, num simples instante... Ouvi dizer que a felicidade aparece em momentos de distração.

Vamos nos distrair.

Bjo.