segunda-feira, 29 de agosto de 2011

#Clube da carta...balanço.

O cartão da Lorenna, enviado por Tia Síssi
Uma parte delas...
As minhas delicinhas!!!

As primeiras que foram...
Elas embaladas num laço, pra mim.
As últimas que foram pros seus donos.
Balanço dos 3 meses de clube... 1ªs cartinhas enviada: 10/06
1ª carta recebida: 13/06 da querida Amanda Almeida
1ª cartinha respondida: 14/06 pra Amanda
1ª resposta recebida: 29/06
Cartas recebidas até 29/08: 20
Cartas enviadas até 29/08: 59 (não contabilizo as respostas)
Aqui os números de cada um da listagem das cartas que enviei, caso a sua não tenha chegado, se possível, me dá um toque, pra que eu envie outra...
1-2-3-5-7-9-11-13-15-17-19-20-21-23-25-27-29-31-32-33-37-39-42-46-50-51-53-69-71-73-78-79-81-84-86-90-94-96-98-101-104-109-110-115-119-135-136-137-145-151-159-169-178-180-184-210-215-217-248.
Ainda recebi um cartão de niver pra filhota, mas esse mereceu post único.
Antes eu andava tristinha, fazia esse balanço e pensava, como tenho pouca resposta...Agora, nem ligo, eu mando e gosto de mandar as minhas cartinhas, mesmo quando o envelope não é mega enfeitado, pois meu corre-corre é grande, mas vai sempre com muito carinho e se voltar respostinha, hummmm que delícia, me ganhou pra vida toda.
Um bjo (plagiando a Fabi) selado.
Cacau Monteiro

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Novos trabalhinhos...


Andei criando e "recriando" algumas peças de artesanato e todas pra presente...
Cada delícias...
Um bjo
Cacau Monteiro

domingo, 21 de agosto de 2011

#Clube da carta 2 - Obrigado Síssi Aguiar!




Tem coisas que não tem preço e receber cartas é uma delas, um pedaço de papel com algumas letrinhas dentro, fazem tanto carinho no ego, trazem felicidade, ternura e afeto, espantam a solidão e te mostra como o mundo e grande e ainda assim cabe dentro de um envelope.
Imagine depois de algumas cartinhas trocadas, uma amizade vai surgindo e segredos vão e vem, conselhos, confissões, desejos e muito carinho, tanto seu que envia, quanto seu quando recebe, é uma delícia abrir uma cartinha, mas também é saborosíssimo ir lá nos correios e postar o seu afago em forma de cartinha.
Essa semana algo muito mais que especial aconteceu conosco aqui em casa, minhas filhas já sabem o quanto eu espero por minhas cartinhas e elas já se encarregam de perguntar lá em baixo(moro em prédio) se tem carta pra mamãe, mas sexta-feira, quando cheguei do trabalho e fui pegar minhas cartinhas, ai que delícia, tinha carta pra filhotinha que faz niver dia 30...
Síssi querida, amamos, minha filhota mostrou pra TODO MUNDO, só não dormiu com o cartão pq não deixei...Que delicadeza, que sensibilidade...Contei um pouco da minha vida pra ela e como temos poucos amigos nesta cidade e "voilá"...
Felizes em excesso!!!

Um bjo
Cacau Monteiro

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Choro, sempre choro!

Sexta-feira e acabei de chegar em casa, vim do trabalho num carro de estudantes (pra quem não sabe, eu trabalho a uns 140 km de distância de casa, noutra cidade) e estava super cansada, mas a meninada (todos giram em torno de 20 anos) estava animada, ouvindo som alto e conversando.
O ritmo era sertanejo, que não sou tão chegada e eu lá na minha, pensando nas contas, nas compras e etc e tal, eis que toca uma música eu comecei a chorar, baixinho, escondi o rosto nos braços e tentei me controlar, mas acho que perceberam...Mas senti que a música fez uma revolução nos meus sentimentos, que a bagunça interna tá bem pior que a externa.

http://youtu.be/pPVWqGv-GUg

Pior é Te Perder
Zezé Di Camargo e Luciano
Composição: Álvaro Socci / Cláudio Matta

Quanta gente a gente vive deixando pra trás
Mas tem coisas nesta vida que não voltam mais
Quanta gente a gente vive deixando pra trás
Mas tem coisas nesta vida que não voltam mais
A primeira namorada
A professora do jardim
Companheiros de estrada
Não se lembram mais de mim
Amizade abandonada
Só colegas de profissão
A família separada
Meus vizinhos eu nem sei quem são

Pior que tudo isso é te perder
Ter que chorar, ter que sofrer
Pra aprender então a dar valor
A um grande amor

Não vá, não sei
Viver sem o teu amor
Não vá, não sei
Viver sem o teu amor


A primeira parte faz todo sentido na minha vida, tem tanta coisa ficando esquecida, abandonada...
A parte romântica já deixei pra trás, não dá pra ficar querendo voltar no tempo, perder ou achar é coisa de momento e oportunidade.
Mas a vida toda distruida é que é complicado. Cada dia mais infeliz,mas marcas na alma e o chôro é reflexo de uma vida esgotada, sentimentos em frangalhos.

O que fazer?
Eu choro...

Cláudia Monteiro

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Lendo...


Estou tentando decifrar os mistérios da alma rsrsrsrsr, mentira, mas comecei a ler Nietzsche e adivinhem, tô gostando, apesar de ter que ler, algumas vezes, duas, três vezes pra entender melhor, pensava que era mais complexo, mas tem muita coisa que vai se moldando na cabeça e que tem alguma lógica.
E claro que tenho lido as minhas cartinhas, do #clubedacarta.

Fazem tão bem pra minha alma e eu não consigo parar de amar cada cartinha, cada letrinha, amo.
Meio de semana e a vida segue com sabor de letrinhas...
Um bjo
Cacau Monteiro